Categorias
Região Alentejo

Alentejo para quem nos visita pela primeira vez

O Alentejo abrange uma vasta região do centro de Portugal. A maior parte da região contém campos de arroz, vinhas e plantações de cortiça. A agricultura é fundamental para a economia local, numa região com populações vastamente dispersas em todo o seu território e de terra árida, mas com muita tradição e bom acolhimento.

Que sítios deverá alguém que nos descobre pela primeira vez visitar?

Comecemos pela Comporta, um dos segredos mais bem guardados de Portugal e da região do Alentejo. São praias longas e solitárias, que se estendem até onde a vista alcança. A zona não se desenvolve comercialmente e é muitas vezes esquecida pelos turistas europeus, apesar de nos últimos anos notar-se um novo surgimento de investimentos turísticos e hoteleiros que poderão mudar este cenário.

Uma das atividades únicas que poderá fazer nesta zona, é observar golfinhos num estuário ao largo da costa atlântica. Cerca de 27 golfinhos residem aqui. Podem ter a oportunidade de os ver num passeio de barco, muito especial. Os golfinhos aqui residentes são algo muito especiais porque encontram-se numa zona de estuário, sendo o único local em Portugal onde é possível observar um golfinho uma comunidade residente numa amostragem estuarina, muito particular e diferente.

Localizada a cerca de duas horas de carro a leste da costa atlântica, fica a cidade envolta de uma muralha, de nome Évora. É o lar para cerca de 57.000 pessoas. O turismo ajuda a impulsionar a economia local, numa cidade sempre com uma viela mourisca à espreita e com vários exemplos arquitectónicos como o seu templo romano que ajudou-a a obter o estatuto de património mundial da UNESCO. Este templo foi construído pelos romanos há cerca de 2.000 anos, sendo simbolicamente identificada como a imagem da cidade.

Outra atracção turística fascinante em Évora é a chamada capela dos ossos. Mas não se assuste, este é mesmo um dos monumentos mais conhecidos desta cidade. A capela foi concebida como um local de meditação para monges, mas há 400 anos atrás, eles decidiram mover os ossos de mais de 5.000 plebeus para este local de descanso final, de volta à terra dos vivos.

Tanto nesta cidade como em toda a região alentejana o ambiente culinário e gastronômico é muito acolhedor. É comum encontrar habitantes locais que são donos e gerem restaurantes nos centros das cidades ou vilas.

Gastronomia

Por ventura, o prato mais conhecido e consumido no Alentejomuralhas de évora, são as “migas”, que baseia-se em pão com carne, normalmente, carne de porco. É muito, muito típico por esta região, sendo normal a população local mais idosa comerem isso quase todos os dias. Consiste em pão ralado salteado com alho e azeite. Depois de todo envolto, junta-se a carne de porco. Atualmente os turistas também apreciam este prato típico.

Estes são apenas alguns dos locais que um turista que nos visita pela primeira vez poderá descobrir, no entanto o Alentejo é imenso e dispõe de inúmeros outros sítios e atividades à espera de serem descobertos.

Deixe uma resposta